sexta-feira, 5 de novembro de 2010

28/10 - 7 meses Parabéns filhota!




Ela ganhou esse pirulito e eu não resisti kkk deixei pra tirar foto. Pretendo dar doce só depois de 1 ano será? kkk



1º cavalinho com o papai OBA!



1º Macdonalds

Como tá passando rápido...


Paola 28/03/2010

Nasceu 3,390kg 50cm
1º m 4,500kg 56cm
2º m 5,700kg, 60cm
3º m 6,350kg 62cm
4º m 7,100kg, 64cm
5º m 7,700kg 66cm
6º m 8,300kg, 68cm
7º m 9,200kg, 71cm

Tá falando MAMÃE E BABAI MAMÃE nos momentos de chororo e BABAI nos momentos de brincadeira. Por que será né? kkkk

Brinca de dar mão e pé pra eu beijar e as vezes tira bem rápido e ri muito kkk Bom reflexo.

Bate palminhas.

Adora ficar de pé, pulando então kkk

Fica sentada mas com supervisão pois ainda cai pro lado, pra frente...




Deitada no edredom no chão se diverte rolando, brincando mas quando quer tentar levantar e não consegue volta a cabeça com tudo e bate no chão ai, ai, ai.

Come maçã, banana, pera, mamão e suco de laranja. Depois de raspar a maçã deixo ela morder a casca kk sem tirar pedaços nem engasgar é claro kkk



Papinha na escola no almoço e no jantar come papinha da mamãe. 120gr (cabe num potinho pequeno da Nestle)

Comeu pela 1ª vez papinha da Nestle quando fomos viajar. (carne com legumes e caldo de feijão, legumes e beterraba) adorou os 2 kkk mas o da mamãe é melhor e menos salgado.

Toma água no copinho de transição o tempo todo.

Ganhamos um cadeirão para alimentação (emprestado) ela fica bonitinha mas tenho que dar brinquedos plásticos para ela não colocar a mão na colher e fazer lambança. Sei que não é legal mas nós temos costume de comer vendo TV e a Paola não seria diferente né kkk Discovery kids, Galinha pintadinha ...

Tá fazendo coco massinha moldável com cheirinho característico rsrsrs

Pega tudo, até objetos pequenos, temos que tomar cuidado com tudo, passa de uma mão pra outra e sempre põe na boca.

Bate um brinquedo no outro e quando está na cozinha comigo adora tampas de potes e tijelas de inox que fazem barulho batendo. Acho que vou providenciar bateria, teclado...

Tá numa fase que não fica muito tempo sozinha, tá carente, não sei se é por causa da adaptação na escolhinha ou é só uma fase. Tem que ver alguém principalmente eu kkk

As vezes estranha as pessoas, e olha que estamos sempre em festas, churrascos, viagens, com muita gente. No meu colo brinca com todos e sorrir faz parte de sua personalidade toda simpática kkk Já no colo dos outros faz beicinho se estou por perto já estica os bracinhos. Mãe estraga os filhos mesmo kkk

Ganhamos um andador. Já li e ouvi muita coisa contra mas estamos usando com cuidado, por pouco tempo e a Paola adora os brinquedos que tem nele e aproveita pra conhecer o apartamento e ir atrás dos gatos.


Continuamos com banho na banheira, sentada ou deitada, no chuveiro com a mamãe, no balde e lavamos o bumbum toda vez que faz coco. Começou a usar lenços umedecidos na escola.



O cabelo caiu bastante agora mas já está crescendo rápido. Cortou pela 1ª vez pro batizado.

Ficou com alguma alergia nos olhinhos, (acho que pegou do papai) estava com secreção verde e amarela. Coloquei LM como sugeriu a madrinha e deu certo, 2 dias depois sarou.

As vezes fica com alergia nas costas devido ao calor e passamos Berlison, nas picadinhas esporádicas também kkk

Cortar unhas toda semana, nooooosa como cresce rápido.

Tá com uma mania feia de puxar meio peito enquanto mama ou depois de mamar, ai ai ai.

Na cadeirinha da Fisher price só dá pra deixar com a trava pois ela quer pegar os pés e a cadeira vira, o papai fez o teste kkk ela não bate a cabeça no chão mas fica pendurada então, só com a trava.


No site do baby center:

7 MESES BABY CENTER
Pula, pula
O bebê consegue apoiar o peso nas pernas por curtos períodos e adora pular. Além disso, ele provavelmente senta sem apoio (o que libera suas mãozinhas para explorar o mundo) e já tenta virar quando está nessa posição para pegar algum objeto. Algumas crianças, quando colocadas de bruços, chegam até a estender os braços para se sentar sozinhas.

Aprendendo a segurar
A chamada coordenação motora fina do seu bebê também está se aprimorando. A esta altura, ele provavelmente passa coisas de uma mão para a outra com facilidade e pode até conseguir segurar um copinho especial para crianças com as duas mãos juntas (e seu auxílio). Em pouco tempo, você vai reparar que o barulho em casa aumentou, não só porque o bebê emite mais sons, mas também porque ele terá descoberto a graça de bater uma coisa na outra.

Para ajudar no desenvolvimento da coordenação motora fina, coloque um brinquedo ou algo interessante fora do alcance do bebê e observe como ele vai tentar pegá-lo. Se por um acaso seu filho começar a chorar porque não consegue alcançar, continue a encorajá-lo com tranquilidade, sem, contudo, entregar o objeto. A criança está simplesmente expressando frustração e vai acabar se tornando mais confiante em termos físicos se você não facilitar demais as coisas. Depois de algumas tentativas, o bebê vai se inclinar e, em seguida, voltar à posição inicial. Isso plantará uma semente para que ele comece a se balançar para a frente e para trás sobre as mãos e os joelhos, num incentivo para engatinhar ou rolar para se locomover por conta própria. É bom que a criança esteja usando roupas confortáveis para facilitar tarefas como essa.

Dentição
Embora a dentição do bebê possa já ter se iniciado (na média, esse processo começa com 5 ou 6 meses de idade, mas pode ocorrer somente aos 12, dependendo da herança genética), provavelmente agora você vai visualizar os dois dentes incisivos inferiores, depois os superiores e, posteriormente, os dois laterais. E não se espante, nem se preocupe, se a sequência do nascimento dos dentes não for a "tradicional" ou se entre alguns dentes ficar um espaço; muitas vezes, os dentes irrompem a gengiva em ângulos esquisitos, ocasionando tais espaços, que tendem a diminuir após todos os 20 dentes-de-leite terem aparecido. Com a dentição, esteja pronta para ainda mais baba e sons novos, à medida que seu filho se adapta às novidades na boca dele.

Autoridade em xeque
Você já deve ter se pegado explicando para seu filho que telefone não é brinquedo. Nesta fase, a criança começa a testar a autoridade dos pais, recusando-se por vezes a cumprir o que lhe é dito. Quando ela reage negativamente, não ache que está sendo desobediente ou teimosa -- está apenas curiosa. A curiosidade é um importante instrumento para o aprendizado e deve ser sempre estimulada. Outra coisa é que a memória dela às vezes só dura alguns segundos. A melhor tática é falar "não" e depois distraí-la com outra atividade.

Início da "ansiedade de separação"
Se o seu bebê demonstra certa ansiedade quando está longe de você durante o dia, isso aumenta mais ainda na hora de dormir. Quando acorda durante a noite, mesmo que brevemente, seu filho sabe que você está por perto e não hesita em tentar chamar sua atenção. Você provavelmente fica dividida entre a vontade de reconfortá-lo ou levá-lo para a sua cama e a preocupação com aquelas famosas teorias de que agindo assim você vai "estragá-lo". A verdade é que dar colo para a criança de vez em quando -- não sempre -- não faz mal a ninguém. Quando a ansiedade de separação estiver menos intensa, você pode tentar ensiná-la a dormir sozinha de novo. E há famílias que optam por dormir sempre todo mundo na mesma cama. Se a decisão agradar a todos os envolvidos, é sempre uma possibilidade, mesmo indo contra a orientação de boa parte dos profissionais (psicólogos, psiquiatras e pediatras) no Brasil.

A relutância do bebê em se separar de você pode até criar uma sensação boa, de confiança, mas também traz problemas para você. Assim, para que você consiga fazer outras coisas quando está em casa, experimente ter por perto uma caixa com os brinquedos do seu filho, a fim de mantê-lo um tempinho distraído, mas por perto, enquanto você faz o que precisa.

Captando a mensagem
O bebê participa ativamente de brincadeiras de esconder, além de perceber sutilezas no tom de sua voz. Ele poderá até abrir um berreiro se você for mais ríspida.

Compreensão de como os objetos se relacionam
Seu filho está começando a entender a relação de um objeto com o outro em um espaço tridimensional. Com essa habilidade, ele passa a observar os brinquedos e consegue agrupar bloquinhos por tamanho, por exemplo. Se ele estiver olhando num espelho e de repente você aparecer por trás, é provável que se vire, em vez de achar que você está dentro do próprio espelho.

Você já deve ter reparado que a simples brincadeira de esconder seu rosto com as mãos e depois dizer "Achou!" é fascinante para o bebê. Ele adora que pessoas ou objetos apareçam e desapareçam. Um ótimo jeito de manter seu filho de 7 meses ocupado é esconder algo embaixo de um pano para que ele possa descobrir.

Desenvolvimento pela brincadeira
As crianças gostam de situações previsíveis, por isso seu filho se diverte com infinitas repetições da mesma coisa. Além de brincadeiras de esconder (veja acima), tente estimulá-lo também com interações como a contagem dos dedos a partir do "dedo mindinho, seu vizinho...".

Nesta fase, os bebês costumam gostar de bichos de pelúcia de qualquer tamanho. Um deles provavelmente vai acabar sendo o objeto de segurança "eleito" (chamado de transicional, em termos técnicos) e, em pouco tempo, ficará coberto de baba. Ao comprar novos bichos para a coleção do seu filho, procure os mais macios, bem costurados e de preferência laváveis. Outros bons brinquedos para esta etapa do crescimento são bolas, cilindros que se encaixam um no outro, caixinhas com objetos que pulam para fora quando abertas e bonecos grandes.

Há bem pouco tempo era fácil tirar um brinquedo das mãos do seu bebê, mas agora essa tarefa fica mais complicada, e ele poderá protestar em alto e bom som.

Um comentário: